• Rogério Ferreira Machado

A última quarentena de Jesus



Não sei se você sabe, mas Jesus Cristo viveu 33 anos aqui na Terra. Desses, 3 anos foram dedicados ao seu ministério de resgatar a humanidade. Nesse período Jesus passou por duas quarentenas, uma pouco antes do início do seu ministério e outra ao final. Na primeira quarentena Jesus Cristo jejuou por 40 dias e 40 noites, conforme registra o Evangelho Lucas 4:1 a 15. Após Sua quarentena, tempo em que esteve em oração e comunhão com Deus Pai, Jesus foi tentado pelo diabo por três vezes, mas não cedeu a tentação, e venceu. O texto diz que passadas as tentações o diabo se retirou e Jesus, no poder do Espírito Santo, passou a ensinar e era glorificado por todos. A continuidade do ministério de Cristo a partir de Sua quarentena é bem conhecida. Jesus curou, consolou, ressuscitou pessoas, multiplicou alimentos, ensinou, profetizou e foi até a cruz onde morreu por todo pecador, incluindo eu e você. A última quarentena de Jesus Cristo aconteceu após Sua ressurreição. Ele morreu, foi sepultado, ressuscitou ao terceiro dia e, antes de subir aos céus, ministrou novamente aqui na Terra por 40 dias. Tendo saído dentre os mortos, os Evangelhos registram que Jesus apareceu para Maria Madalena (João 20:11 a 17); para outras mulheres (Mateus 28:8 a 10); para Pedro (Lucas 24:34); para 2 discípulos no caminho de Emaús (Lucas 24:13 a 33) e para os Apóstolos (sem Tomé) e depois, segunda vez, com Tomé (João 20:19 a 29). Ele também realizou o milagre da “pesca maravilhosa”, conforme João 21:1 a 14. Esses fatos registrados mostram que em Sua última quarentena - [40 dias de Jesus Cristo ressurreto antes de subir ao céus] – Ele consolou, ensinou, animou e realizou milagre. Mas, há ainda duas coisas importantes dignas de registro. Primeira, em Mateus 28:19 e 20, dirigindo-se aos 11 discípulos Ele disse: “vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos". Cristo ordenou a pregação do Evangelho e garantiu que estaria com os seus. A segunda coisa importante está registrada em Atos dos Apóstolos, capítulo 1, Jesus fala da vinda do Espírito Santo: “recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo; e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra” (1:8), e os anjos garantem que um dia Ele voltará: “Este mesmo Jesus, que dentre vocês foi elevado ao céu, voltará da mesma forma como o viram subir" (1:11). Essa segunda vinda, aliás, já havia sido anunciada pelo próprio Cristo “Porque assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra no Ocidente, assim será a vinda do Filho do homem.” – Evangelho de Mateus 24:27. Após Sua última quarentena aqui na Terra, Jesus Cristo subiu aos céus e está assentado a direita de Deus Pai e continua advogando a nosso favor: “Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, Justo. Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo” 1ª João 2:1 e 2. Em Suas duas quarentenas Jesus Cristo só trouxe benefícios para a humanidade.

Publicado em 18/04/2020 no Gazeta Bragantina e GB Norte.


77 visualizações
Funcionamento da Secretaria:
2ª à 6ª das 13h às 17h
Telefone: (11)2277-3707
secretaria@boasnovasigrejabatista.com

Igreja Batista Boas Novas Bragança Paulista | Copyright© 2017 - Todos os direitos reservados