• Rogério Ferreira Machado

Escrevendo Sobre: PROCESSO CONTRA DEUS


Uma notícia chamou a atenção de muitos, especialmente nos Estados Unidos da América, em 2007. Ela dava conta de que um senador, do estado de Nebraska, abriu um processo contra Deus no condado de Douglas.


O senador Chamberes afirmou que abriu o processo pois para ele "Deus gera medo e é responsável por milhões de mortes e destruições pelo mundo", aterrorizando milhões de habitantes na Terra. O processo tinha como acusações o fato de Deus ter gerado "inundações, furacões horríveis e terríveis tornados".


O senador comentou ainda que Deus fez ameaças contra ele e seus eleitores. Segundo ele, o processo contra Deus foi aberto no condado de Douglas porque Deus está em todos as partes. Nesse mesmo ano, uma ação legal contra Deus foi arquivada na Romênia porque os promotores não conseguiram encontrar o endereço do acusado, desistindo do caso.


Nesse caso da Romênia, Pavel Mircea, da cidade de Timisoara, que cumpre sentença de prisão por assassinato, havia iniciado o processo contra Deus dois anos antes. Segundo ele, “Deus e eu fechamos um contrato quando eu fui batizado e Deus não respeitou sua parte no acordo“. Ele insiste em que Deus deveria ter-lhe protegido do mal em vez de entregar-lhe a Satã, que o encorajou a matar. Mircea ainda pede compensação financeira por todo dinheiro que gastou em velas e serviços da Igreja, que também não o ajudaram. Mas os promotores decidiram largar o caso depois de dois anos. “Não conseguimos encontrar o endereço de Deus”, disse um porta-voz.


Imitando a realidade, no ano de 2016, passou nos cinemas o filme “Divino processo”, onde um advogado luta para ser ressarcido de suas perdas, pela seguradora que não quer pagá-lo, depois dele ter sua casa destruída por um furacão. A seguradora considera a tragédia "um ato de Deus". Determinado a receber aquilo que tem direito, o advogado decide tomar uma atitude inusitada: processar Deus.


Tudo isso pode parecer estranho, mas muitos culpam Deus de muitas coisas. Colocar a culpa em Deus e depois processá-lo é ridículo. O que o ser humano precisa é encontrar-se com Deus para relacionar-se com Ele na intimidade de Pai e filho. E, somente aqueles que reconhecem Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador pessoal têm esse privilégio. A Bíblia afirma que Jesus “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome” – Evangelho de João 1:12.


Assim, aqueles que se relacionam com o Pai, conhecem Sua vontade e vivem em harmonia com Ele, sabem que muitos dos infortúnios deste mundo são consequência dos desmandos do coração pecaminoso do próprio ser humano, enquanto outros pertencem a soberania de Deus.



Publicado em 07/04/2019 no jornal Gazeta Bragantina e GB Norte.


33 visualizações
Funcionamento da Secretaria:
2ª à 6ª das 13h às 17h
Telefone: (11)2277-3707
secretaria@boasnovasigrejabatista.com

Igreja Batista Boas Novas Bragança Paulista | Copyright© 2017 - Todos os direitos reservados